Carregando...

O que é
Open Banking

Open banking significa “banco aberto”, ou “sistema bancário aberto”. De forma prática, trará total autonomia para você sobre os seus dados financeiros, que decidirá quando e com quem quer compartilhá-los. Compartilhamento esse que se dará de forma padronizada, entre instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil e que ocorrerá através da integração de plataformas e infraestruturas tecnológicas das instituições participantes.

No Brasil o Open Banking foi inspirado em experiências internacionais bem-sucedidas a exemplo do modelo britânico, mas com adaptações à nossa realidade. O compartilhamento de dados será realizado à luz da LGPD (Lei Geral de Proteção dos Dados Pessoais) que estabelece normas sobre como as empresas coletam, processam, armazenam e destroem dados pessoais e sensíveis de seus clientes e usuários.

O que são as APIs do Open Banking

As APIs são o principal pilar do Open Banking, pois permitem que os sistemas bancários conversem entre si de forma integrada e segura

No caso do Open Banking, não existe uma única plataforma usada por todas as instituições, mas sim APIs abertas que permitem a qualquer empresa desenvolver aplicações conectadas ao sistema dos bancos.

O Open Banking é seguro?

É seguro sim!
Primeiramente, porque o compartilhamento é voluntário. E é você quem decide se quer ou não compartilhar seus dados com outra instituição. E, se decidir compartilhar, é você quem escolhe quais dados quer compartilhar, por quanto tempo e com quais instituições quer fazê-lo.

Em segundo lugar,porque todo o processo de compartilhamento e a comunicação entre as instituições é feita respeitando os mais rígidos critérios de segurança. O Banco Central definiu normas que devem ser seguidas por todas as entidades participantes, e o compartilhamento dos dados é feito de forma criptografada, garantindo o sigilo e a proteção das informações.